15h

05/10

Violência política contra mulheres

#EF2252
Youtube
Palestrantes

Roberta Eugênio

co-diretora do Instituto Alziras

A violência política contra mulheres é usada para manter as mulheres afastadas do exercício pleno da política. Este tipo de violência assume diversas formas, que vão, de campanhas misóginas e de ódio online, a barreiras para a participação de mulheres em eleições e na vida pública e agressões físicas e riscos à integridade. No Brasil, a violência política contra mulheres também inclui o uso de candidatas “laranja” pelos partidos para, tanto burlar a cota de candidatas, como para usar ampliar os recursos do fundo eleitoral que são, então, destinado a candidatos homens.

Em comum, todas as formas de violência política contra mulheres partem de um mesmo princípio e objetivo: manter as mulheres segredadas ao espaço doméstico e fora da vida pública e política, espaços em que a presença de homens ainda é predominante. Os homens são vistos como os detentores do direito e da propriedade para ocupar estes lugares.

A violência política contra mulheres contribui fortemente para a desigualdade de gênero na sociedade e para o distanciamento dos ideais democráticos de representatividade.

Nesse contexto, quais os caminhos para que partidos, sociedade e o poder público podem tomar para acabar com o uso de violência política contra mulheres como um instrumento político? Como garantir o aumento da participação de mulheres na vida política e democrática do país? Quais as expectativas de ganhos com a Lei 14.192, que dispõe sobre a violência política contra mulheres?

#EF2252
Youtube